TATUAGENS MÁGICAS

Saudações povo da Deusa! Hoje vos trago (olha falando bonito rs) uma matéria que achei interessantíssima, escrita pela nossa querida Mavesper Cy Ceridwen. sobre tattoo religiosa, sobre símbolos religiosos na verdade. 
O uso ritualístico de tatuagens sempre esteve presente, historicamente, entre muitos povos.
Se nos ocuparmos de estudar a história do hábito da tatuagem entre os grupamentos humanos, teremos a tatuagem ocupando diferentes funções, desde em sociedades tribais designar posição e função social de alguém, até atos ritualísticos, ritos de passagem, pactos sagrados, poderes ou simples ornamentação. A tatuagem também teve seu lugar como marca de discriminação social, marca e vergonha ou indicação de ser escravo, de ser criminoso, se ser pertencente a um grupo social que deveria ser discriminado.
Dessa simples digressão histórica se conclui que a tatuagem ocupou e ocupa fins diversos em culturas diferentes, com menor ou maior grau de importância, que só pode ser compreendido dentro de cada cultura.

Hoje, a sociedade ocidental acolheu a tatuagem como um hábito comum e até valorizado, mas no tempo de meus avós ( ou seja, na primeira metade do século XX) ter tatuagem no Brasil ou significava que você era marinheiro, ou ladrão ou prostituta. E quem ousava usar a tatuagem como simples ornamentação arcava com essa visão que vinha acompanhada de preconceito e problemas sociais. Gente tatuada não conseguia emprego, não era bem vista pelos amigos, as pessoas tinha que esconder suas tattoos. Notem: não faz tanto tempo assim… é um piscar de olhos em termos de história.

A partir das décadas de 70 e 80 do século XX, no Brasil, a tatuagem foi sendo um hábito cada vez mais comum, primeiro popularizado pelos hippies e surfistas, depois atingindo maiores camadas da população. O preconceito foi minimizado, mas ainda hoje existe. A partir da última década do século XX, ser tatuado passou a significar ser descolado, e a ornamentação antes tão estigmatizada, passou a ser valorizada.

Hoje as pessoas se tatuam por diversos motivos: valorização e embelezamento estético, marcar que pertencem a um determinado grupo social, agredir padrões conservadores, expressar ideologias, disfarçar cicatrizes e outros sinais do corpo, tatuar em conjunto para expressar amizade, homenagear seus ídolos,  lembrar da família, romances, curas, passagens difíceis da vida e sua superação, há até os que tatuam o luto que sofreram perpetuando na tattoo sua saudade.

Quando um de nós que está no caminho wiccaniano resolvemos fazer uma tatuagem para fins mágicos, temos que ter presente que esse tipo de magia é um dos mais graves e mais poderosos que qualquer pessoa pode fazer. Logo, esse ato não pode ser leviano, encarado como se se tratasse apenas de algo estético, nem como um simples ato genérico. Também não pode ser feito impulsivamente, muito menos deve ser dedicado a uma divindade que você mal acabou de conhecer.

Arrisco afirmar que depois do ato iniciático e de alguns poucos pactos mágicos (como os de coven) tatuar-se com fins mágicos  é o terceiro ato mais grave que qualquer pessoa pode fazer em sua vida na Arte. O primeiro seria iniciar-se, ou seja, ingressar inexoravelmente na Arte. O segundo seria pertencer a um grupo de prática do Craft. O terceiro seria a tatuagem sagrada.

Imagino muita gente lendo este texto e dizendo: ” Nossa Mavesper, que exagero!”. Mas, feliz ou infelizmente, essa afirmação não é exagero nenhum: é uma simples expressão da realidade.

Tatuar-se é inscrever na sua carne e no seu sangue alguma coisa. É fazer uma união energética profundíssima com o símbolo e seu significado insculpida na sua carne e sangue, na sua dor e sacralizada por tudo isso. Não existe nenhuma magia mais poderosa que a magia da carne, do sangue e da dor, a não ser  a magia do amor.

Nossas listas e comunidades estão repletas de pessoas novatas dizendo coisas como ” Sonhei duas vezes com a Deusa X, vou tatuar seu símbolo  tal amanhã, estou super ansioso!”.

Quando eu leio essas coisas eu me pergunto: “Será que essa pessoa sabe mesmo o que isso significa e que mudanças ela vai acarretar para o curso da sua vida com tal ato?”

No mais das vezes eu acho que a pessoa não sabe. Está entusiasmada, está animada e quer se tatuar. Ponderação, meditação, reflexão, calma, tempo de conexão a respeito… nada disso está em discussão. O que realmente importa é “Eu quero me tatuar já!”.

Bom, para essas pessoas e para todas as outras que, mesmo não afobadas, também podem cometer erros de que se arrependerão muito depois, eu ofereço alguns conselhos. Conselhos esses vindos da minha própria vivência (eu tenho duas tatuagens ritualísticas) e da observação e acompanhamento de outras pessoas – tanto das que fizeram isso direito, quando das que fizeram errado.

Espero que essas ponderações ocupem a reflexão de todos os neo-pagãos que forem se tatuar magicamente.

Seguem então, alguns parâmetros para tratar de tatuagens mágicas.


ANTES DE TATUAR

1) SOMENTE TATUE ALGO MAGICAMENTE SE VOCÊ TIVER PLENA CERTEZA DE QUE VOCÊ QUER ESSA ENERGIA PRESENTE NA SUA VIDA PARA SEMPRE

Comentários: Muito importante pensar nisso: uma vez feita a tatuagem mágica, essa energia – mesmo que você tente bani-la se se arrepender – sempre estará inscrita em você. Até mesmo se você refizer  tattoo, etc, sempre haverá resquícios energéticos dos atos originais. Se você está na faixa dos 20 ou 30, pense: eu ainda quererei essa energia na minha vida quando tiver 80 anos?

2) ESCOLHA O SÍMBOLO A TATUAR EM FUNÇAO DE SUAS RELAÇÕES COM O SAGRADO QUE JÁ TENHAM NO MÍNIMO A DURAÇÃO DE 3 ANOS

Comentários: Hoje as pessoas mais novatas tendem a pensar em suas vidas mágicas como algo imediatista. Eu também já fui assim. Hoje, com quase 25 anos de sacerdócio, eu vejo que muita coisa passa. Energias e pactos que já foram importantíssimos para mim não são mais presentes. Tudo muda. Mas o que for inscrito pela magia do sangue permanece. O que você deseja que permaneça até você ter seus 80 ou 90 anos? Pense nisso. VOCÊ quer servir essa divindade, ou representar essa energia desse símbolo escolhido a vida toda? Pondere, pense muito, sinta muito antes de decidir. E , sério, antes de você passar no mínimo três rodas a serviço de certa divindade você mal começou a conhecê-la.

3) ESCOLHA A PARTE DO CORPO A TATUAR PENSANDO EM COMO A TATTOO VAI MUDAR A ENERGIA E A FUNÇÃO DESSA ESPECIFICA PARTE DO CORPO

Comentários: Tatuagens, especialmente as colocadas sobre os chacras, sempre mudarão os canais energéticos do local. Por exemplo, uma tatuagem no plexo solar afetará toda sua magia, tudo que tem a ver com o direcionamento da vontade…O que valeria a pena você tatuar nessa região, sabendo que até mesmo um simples traçado de círculo passará a ser filtrado pela tatuagem? Entendeu a seriedade dessa escolha? Tatuar um símbolo na mão de poder tem uma consequência, tatuar na mão não dominante tem outra. Assim, você precisa aprender com segurança sobre os locais de poder do seu corpo e direcionamento de energia antes de escolher o lugar da tatoo, ou então se aconselhe com alguém  que seja mais experiente que você e possa explicar exatamente que tipo de mudanças a tattoo acarretará. Você sabe como será a interação do símbolo com suas energias pessoais e aceita e assume essa mudança? Algumas tatuagens podem potencializar seus centros de poder, outras diminuí-los… Você conhece a diferença? informe-se. E cuidado: se você é wiccaniano, informe-se com wiccanianos. Livros gerais de símbolos ou praticantes de outros caminhos mágicos e religiosos podem ter parâmetros sobre essas coisas todas que não servem para você.

4) JAMAIS TATUE SIMBOLOS DE DIVINDADES ÀS QUAIS VOCÊ NÃO ESTEJA DISPOSTO A DEVOTAR SEU SACERDOCIO A VIDA TODA

Comentários: Tatuagem para sempre, devoção para sempre, serviço para sempre. Um exemplo: alguém se entusiasma com Kali, tatua seu Yantra, seu nome mágico no corpo. Isso equivale a dedicar seu sacerdócio principalmente a Kali. Há coisas belíssimas e sublimes no sacerdócio de Kali, como também há o lidar com a morte, a destruição e vingança para sempre… Você assume tanto o lado claro quanto o escuro dessa divindade e deseja ser instrumento vivo del@ no mundo? NUNCA tome essa decisão antes de pelo menos 3 Rodas do Ano com a Divindade, é o meu sensato conselho.

5) MEDITE PELO MENOS 9 MESES NO SIMBOLO ANTES DE PARTIR PARA A TATUAGEM.

Comentários: Conviva com o símbolo, medite com ele, explore-o no astral. Saiba tudo o que você pode saber do símbolo ANTES de se tatuar.

6) JAMAIS TATUE NOMES OU REPRESENTAÇÕES DE PESSOAS QUE POSSAM SAIR DA SUA VIDA

Comentários: Namoros, casamentos, grupos de magia são lindas relações, mas podem passar. Como você se sentirá olhando a tatuagem do nome do seu/ sua ex quando a relação de você tiver virado ódio ou indiferença? E que acharão desses nomes seus novos parceir@s? Há pessoas que tatuam nomes de pais, filhos, parentes, amigos. É melhor do que tatuar nomes de parceiros românticos, são relações mais duradouras, mas mesmo assim eu não gosto disso e jamais o faria. Pais e filhos morrem e ver seu nome na nossa pele não agravaria o luto e a saudade? No meu caso pessoal, certamente agravaria, por isso mesmo eu jamais tatuarei nome de ninguém no meu corpo.

7) NUNCA TATUE FEITIÇOS, ESSE É UM DOS ATOS MAIS ESTÚPIDOS QUE JA VI PESSOAS FAZEREM

Comentário: Tatuagens são lições de permanência. Feitiços devem ser possíveis de banimento total, porque o que você quer hoje pode mudar radicalmente amanhã. Embora se diga -e esteja certo em princípio- que tudo que é feito com magia pode por ela ser desfeito, a magia do sangue é uma das únicas que excepciona essa regra. Quase nunca se consegue banir completamente um feitiço inscrito na sua carne e sangue. Eu jamais tatuarei um feitiço no meu corpo. Fazer isso ao invés de usar algumas das  milhares de opções mais simples para fazer feitiço é como matar uma barata com uma bomba nuclear: desperdício de tempo, energia e muito provavelmente uma cagada mágica com a qual você vai lidar para sempre.

8) ANTES DE SE TATUAR CONVIVA COM O SÍMBOLO E MONITORE SUA ENERGIA E AS VARIAÇÕES DA MESMA EM RELAÇÃO A SUA ENERGIA PESSOAL.

Comentários: Complementação necessária do conselho 5. Personalize seu conhecimento da interação do seu corpo, mente e alma com o simbolo.

9) ESTEJA PLENAMENTE CONSCIENTE DA GRAVIDADE, IMPORTÂNCIA E SIGNIFICADO QUE TEM A TAUTAGEM QUE VOCÊ ESCOLHEU E LEMBRE-SE QUE ELA É ALGO QUE VAI ACOMPANHAR VOCÊ PARA SEMPRE.

Comentários: Havia um antigo comercial de uma joalheria que focava em presentear seu cônjuge com um diamante e o slogan era ” Um diamante é para sempre”. Coloque esse slogan em neon na sua mente: “Uma Tattoo é para sempre”. Sugiro que você olhe na rede também fotos de pessoas idosas com tatuagens, acho um lindo modo de você se pensar no futuro e se vai se achar confortável em outras idades com o que deseja tatuar. Tatuagens são para sempre. Não entre na bobagem do “hoje em dia o laser apaga” que não é simples assim: há marcas, além da dor do processo e nem acho que o laser apagaria os resquícios mágicos da tatuagem originária.

DURANTE O ATO DA TATUAGEM

1) ESCOLHA DO TATUADOR

Comentários: Escolha uma pessoa compatível com símbolos pagãos, de desenho firme, atencioso e sobretudo cuidadoso com higiene e prevenção de contágio. Jamais escolha um tatuador pelo preço mais baixo. Conheça a obra dele com vagar e cuidado. Eu já deixei de fazer tatuagem com um profissional que se recusou a desenhar no papel antes, queria fazer a tattoo direto. Nem morta eu teria deixado isso rolar…Avalie @ profissional como desenhista, artista e também a energia da pessoa. Tudo isso vai influenciar no seu ato mágico. Escolha um@ tatuador@ compatível com você e suas crenças.

2)CUIDADOS COM A PRECISÃO DO DESENHO

Comentários: Símbolos pagãos, muitas vezes, como por exemplo um pentáculo, triskelion, triquerta ou um heptáculo ( estrela das fadas) geram energia de forma, o que implica que o desenho necessariamente tem que guardar proporções rígidas de precisão. Desenhar no papel é uma coisa, no corpo é outra. Escolha um@ profissional que entenda como esses símbolos vão se amoldar a seus músculos ou ossatura, para que o desenho não fique desfigurado e não deturpe a energia que você inicialmente desejava.

3) PREPARAÇÃO RITUALÍSTICA PARA O ATO

Comentários: Crie um ritual para sua tatuagem, pense em algum tipo de preparação prévia. Sugiro pelo menos 9 dias de preparação. Você pode manter um altar em casa para potencializar sua tatuagem magicamente, colocando nele símbolos dos Deuses ou de suas intenções com o ato ritualístico da tatuagem. Deixe o desenho sobre o altar e faça seu devocional nele nos 9 dias anteriores à tatuagem.

4) CONEXÃO DURANTE A TATUAGEM

Comentários: faça sua tatuagem dentro de um circulo wiccaniano completo, invoque direções, Deuses e as demais energias que você desejar. Prepare-se para o foco em sua intenção durante toda a tatuagem. Faça com que o círculo potencialize ao máximo sua finalidade.

5) PROTEÇÃO

Comentários: Faça suas rotinas de proteção e crie uma especialmente para o ato da tatuagem. Se você achar necessário, faça com que seu círculo de prática ou coven estejam reunidos para protegê-lo durante o ato.

6) INSIGHTS DURANTE O ATO DA TATUAGEM

Comentários: a dor altera seu estado de consciência, automaticamente. Durante a tatuagem, enquanto você se concentra para aguentar a dor e não se mover, você terá um estado mental e emocional perfeito para obter mensagens e conexões a respeito do ato da tatuagem e de sua vida em geral. Aproveite- abra-se para essa experiência e não deixe que a dor física roube de você um momento tão precioso de conexão e aprofundamento de seus objetivos e metas sacerdotais.

7) FIXAÇÃO DE OBJETIVOS

Comentários: mantenha, durante toda a tatuagem a mente firmemente focada em suas intenções mágicas. Reze, repita mantras criados especialmente para a ocasião ou deixe sua mente focada no objetivo, trazendo constantemente à consciência o porque você decidiu se tatuar e o que a tatuagem trará a sua vida. Se a tatuagem for um pacto de serviço a determinada Deusa ou Deus, deixe que seu sentimento seja todo devoção a el@s. Entregue-se.

8) CURA

Comentários: Tatuagens podem ser usadas como símbolos de fixação de curas físicas, emocionais ou espirituais. Creio que considero esta a única exceção recomendável para inserir um feitiço em uma tatuagem. Fixar a cura a trará para a realidade concreta de sua vida. Escolha com muito cuidado o que simbolizará essa cura, nunca use símbolos que possam gera dupla interpretação.

9) SACRIFÍCIO AOS DEUSES

Comentários: Pactos de serviço aos Deuses são excelentes formas de usar a tatuagem ritualística. Considere tudo que eu disse anteriormente e se pergunte:

    a) eu conheço a fundo essa divindade?;
    b) quero que meu sacerdócio seja direcionado a el@ e suas funções e características para sempre;
    c) aceito as consequências de me tornar especialmente ligad@ a essa divindade?
    d) amo essa divindade o suficiente a ponto de devotar grande parte de meu sacerdócio a el@?



 DEPOIS DA TATUAGEM

1) CUIDADOS DE HIGIENE E CICATRIZAÇÃO

Comentários: Siga as orientações d@ profissional escolhid@.

2) APRENDER COM A TATUAGEM

Comentários: Explore a realidade energética que a tatuagem trouxe a você, aprenda a e relacionar com ela e como ela poderá ser usada magicamente em ocasiões diferentes.

3) OBSERVAR AS MUDANÇAS

Comentários: Vá notando como a tatuagem mudou sua energia, o que foi acrescentado, modificado. Deixe o tempo passar e vá comparando e anotando as mudanças.

4) DIALOGAR COM A TATUAGEM

Comentários: Diga “OI!” para sua tatuagem, entenda como ela se relaciona com você.

5) EXPLORAR AS POSSIBILIDADES

Comentários: Explore as possibilidades mágicas da tatuagem, medite, experimente, use-a em feitiços e rituais e vá vendo como rola.

6) CALMA!

Comentários: Pelamordadeusa! Não se entusiasme e comece a fazer tatuagens como uma pessoa louc@. Tatuagem vicia, fácil, fácil… mas como tudo MODERAÇÃO, por favor!

7) PLANEJANDO NOVAS TATUAGENS

Comentários: Só faça uma nova tatuagem ritualística quando tiver passado pelo menos um ano e um dia da atual. Deixe que o símbolo tenha tempo de se sedimentar em você antes de mesclar outra energia nessa relação com sua tatuagem.

8) AVALIANDO RESULTADOS

Comentários: Passados uns 6 meses, avalie objetivamente como você se sente em relação a sua tatuagem mágica. Coloque no papel o que ela tem de bom ou ruim, o que você mudaria se pudesse. Essas reflexões são valiosas para as futuras tatuagens.

9) RECONHECENDO A TATUAGEM COM O PASSAR DO TEMPO E SUAS MUDANÇAS

Comentários: Muito importante também é você registrar, ao longo dos anos, como e por que suas tatuagens mudaram ou não de significado e poder no seu sentir. Pense sempre a longo prazo e veja se depois de um tempo a tatuagem não merece um retoque, que pode ser usado para seu empoderamento.

Bom, acho que era isso que eu tinha para partilhar com vocês. Não são leis, são apenas conselhos que eu dou a todas as pessoas com quem tenho laços mágicos, visando seu bem estar e alegria. Desejo a vocês todos lindas e poderosas tatuagens mágicas, se e quando vocês estiverem bem preparad@s para isso, de forma consciente e sagrada.

Abençoados Sejam! Mavesper Cy Ceridwen


Fonte da postagem: polissemizando.wordpress.com
Siga-nos os Bons! Twitter do aWicca 
Página do aWicca no Facebook!
Assine nosso Feed e receba no seus favoritos novas matérias!
Entre em contato! Pode mandar, a coruja entrega 
Segue também no Instagram - @awicca



7 comentários:

  1. Namastê! Perfeito post! Gratidão por ele! Eu estou pensando em fazer uma tatuagem, de início pensei na árvore da vida celta, com um arranjo em que pudesse caber um pentagrama e as runas mágicas. Mas claramente que eu estou a pouco tempo nesse caminho de conhecimento, quero me tornar wiccana, mas ainda tenho muito a aprender. Então esse texto foi um esclarecimento e tanto para mim, não sabia da importância de escolher uma tatoo com algum símbolo mágico. Então por hora, vou ficar sem fazer, melhor pensar um pouco mais sobre o assunto. E quanto a uma coruja maori? Eu estou profundamente apaixonada por um desenho de uma, e gostaria de tatuar, existe algo que eu deveria saber sobre? Não encontro muita coisa a respeito, então estou meio no escuro. Agradeço se puder me dar uma luz. De qualquer forma, gratidão imensa pelo esclarecimento. Blessed be! <3

    ResponderExcluir
  2. adorei obrigada ameiiiii!

    ResponderExcluir
  3. Explicações excelentes!!! Todos que pensam em tatuar símbolos deveriam meditar nessas palavras.

    ResponderExcluir
  4. Olá filhos da Terra e do Céu Estrelado,quero primeiramente agradecer á Luz e sabedoria da Sagrada Arte, que são passadas pelos posts do blog.
    Comento nesse post especifico por ser tatuador e neófito na Arte. Sendo assim, julgo necessário á todos os profissionais dessa área o máximo de conhecimento a respeito de simbologias exotéricas e/ou esotéricas, representações essas que têm valor significativo aos pensamentos e atitudes de quem decide fazer uma tatuagem, visto a importância dos símbolos em nosso sub-consciente. Olhando por esse lado, quero enfatizar a seriedade da escolha na hora de fazer uma tatuagem, seja ela de cunho mágico ou de simples embelezamento, já que, genericamente, as duas não se diferem aos olhos de um cowan.
    Quero dizer, em meio a tantas palavras, que o papel mais importante nisso tudo, cabe principalmente ao tatuador, ocupando este, ainda hoje, o papel de sacerdote religioso sim.
    Que a Sagrada Luz continue a nos iluminar hoje e sempre, Blessed Be!

    ResponderExcluir
  5. foi muito explicativa todasas informações, muitissimo obrigado.

    ResponderExcluir
  6. Tatuei nas costelas símbolos mágicos que trazem prosperidade sorte saúde amor e etc como vc fala uma coisa dessa se eu vou querer quando estiver com 80 anos é lógico q vou querer estas ernergias positivas ..pretendo fazer as runas de Odin nas costas

    ResponderExcluir

Gostou? Não? Quer acrescentar algo? Comente!!!