Costumes em Lammas

O folclore de Lammas há muito veio para o Brasil através dos costumes que os povos que chegaram ao Brasil vindo de outros continentes trouxeram: europeu, africano, asiático, entre outros…
Em Minas por exemplo há um tradição que faz as pessoas guardarem espigas de milho em suas casas para secarem a fim de fazer um boneco com a própria espiga. 
Depois de pronto, elas penduram esse boneco atrás da porta da cozinha no último dia do ano e deixam por lá.
Acredita-se que a boneca de milho ajuda na fartura.


Além da tradicional "Massa de Lugh", segundo a tradição da religião Wicca, nessa época são feitos bonecos de palha (de milho ou trigo) representando os Deuses, chamados de Senhor e Senhora do Milho. Esses bonecos são tidos como amuletos de proteção durante todo o ano, até o próximo Lammas, onde são queimadas na fogueira ou no caldeirão.

Na fogueira, os bonecos de milho do ano passado, juntamente com papéis contendo agradecimentos aos Deuses, são queimados; isso ocorre como uma maneira de lembrar aos wiccanos de que devemos queimar o passado e utilizá-lo como combustível para o nosso futuro.

As noites já começaram a ficar mais longas, desde o Solstício de Verão; aproximando-se a época da partida do Deus para a Terra do Verão, deixando a sua própria semente no ventre da Deusa, de onde renascerá (mantendo o eterno ciclo do nascer-morrer-renascer).

Aprenda a fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não? Quer acrescentar algo? Comente!!!