O Pentagrama



É um dos símbolos pagãos mais poderosos e mais populares entre os Bruxos e Magos Cerimoniais. 
O pentagrama (uma estrela de cinco pontas circunscrita num círculo) representa os quatro antigos e místicos elementos: fogo, água, ar e terra, superados pelo espírito. 
Na Wicca o símbolo do pentagrama é geralmente desenhado com a ponta para cima a fim de simbolizar as aspirações espirituais humanas. 


Seu nome significa “Estrela de 5 Pontas”. Extremamente comum entre religiões que envolvem a magia, o pentagrama pode significar: os 5 elementos, os 5 elementos chineses, os 5 sentidos, segundo os pitagóricos “A Proporção Dourada”, segundo Leonardo DaVinci “O Homem Vitruviano” ou ainda segundo os cristãos (em épocas medievais) “As 5 Chagas de Cristo”. 
 É muito usado em rituais de magia, como talismã protetor, como objeto de decoração, em capas de Grimórios, ou qualquer coisa que a pessoa desejar. De fato o pentagrama é um símbolo com grande passado, portanto muita energia.
 
Desde os primórdios da humanidade, o ser humano sempre se sentiu envolto por forças superiores e trocas energéticas que nem sempre soube identificar. Sujeito a perigos e riscos, teve a necessidade de captar forças benéficas para se proteger de seus inimigos e das vibrações maléficas. Foi em busca de imagens, objetos, e criou símbolos para poder entrar em sintonia com energias superiores e ir ao encontro de alguma forma de proteção. Dentre estes inúmeros símbolos criados pelo homem, se destaca o pentagrama.

O pentagrama sempre esteve associado com o mistério e a magia. Ele é a forma mais simples de estrela, que deve ser traçada com uma única linha, sendo consequentemente chamado de "Laço Infinito". A potência e associações do pentagrama evoluíram ao longo da história. Hoje é um símbolo onipresente entre os neopagãos, com muita profundidade mágica e grande significado simbólico. Um de seus mais antigos usos se encontra na Mesopotâmia, onde a figura do pentagrama aparecia em inscrições reais e simbolizava o poder imperial que se estendia "aos quatro cantos do mundo".

A configuração da estrela de cinco pontas, em posições distintas, trouxe vários conceitos simbólicos para o pentagrama, que foram sendo associados, na mente dos neopagãos, a conceitos de magia branca ou magia negra. Esse fato ocasionou a formação de um forte código de ética de Wicca - que trazia como preceito básico: "Não desejes ou faças ao próximo, o que não quiseres que volte para vós (como já haviamos falado em outra matéria, que você poderá ver clicando aqui!), com três vezes mais força daquela que desejaste." Apesar dos escritos criados para diferenciar o uso do pentagrama pela religião Wicca, das utilizações feitas pelo satanismo, principalmente nos Estados Unidos, onde os cristãos fundamentalistas se tornaram particularmente agressivos a qualquer movimento que envolvesse bruxaria e o símbolo do pentagrama, alguns wiccanianos se colocaram contrários ao uso deste símbolo, como forma de se protegerem contra a discriminação estabelecida por grupos religiosos radicais. 

 Apesar de todas as complexidades ocasionadas através dos diversos usos do pentagrama, ele se tornou firmemente um símbolo indicador de proteção, ocultismo e perfeição. Suas mais variadas formas e associações em muito evoluíram ao longo da história e se mantêm com toda a sua onipresença, significado e simbolismo, até os dias de hoje. O Pentagrama é o símbolo de toda criação mágica. Suas origens estão perdidas no tempo. O pentagrama foi usado por muitos grupos de pessoas aos longo da História como símbolo de poder mágico.  

Hoje em dia, encontramos muitos jovens, adolescentes principalmente com uma correntinha ou cordão, e um pentagrama no pescoço, e na maioria das vezes nem se quer sabem o significado do símbolo. Claro que não é a maioria, Eu mesmo já cheguei a perguntar para um jovem uma vez e uma garota a alguns anos atrás, o que era e o que significava aquilo no pescoço deles, fiz de conta que eu não soubesse de nada, pois não costumo andar com nenhum adorno, e nenhum deles souberam explicar. Usei esses dois exemplo que não souberam, claro, mas muitas pessoas sabem. Procure pesquisar antes de usar qualquer coisa que fuja do seu conhecimento, e use como símbolo de proteção, religioso, e não como ato de rebeldia.

Bom, essa é a primeira matéria da série de matérias sobre símbolos pagãos, você pode achar mais clicando AQUI, ou assinar nosso feed clicando em ASSINAR-FEED, e receber automáticamente assim que sairem mais matérias.

Até logo! Blessed Be!

4 comentários:

  1. Obrigado! Eu e meu amigo estamos amando o blog de vocês.
    Abraços. :)

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de saber se é possível um leigo participar de uma cerimônia wicca. Isso é possível? !

    ResponderExcluir
  3. Dan Brown, o notável escritor, em seu livro "Código da Vinci" explica a origem desse símbolo, e a demonização que os Cristãos fizeram para difamar os praticantes da magia.

    ResponderExcluir

Gostou? Não? Quer acrescentar algo? Comente!!!