100 membros das forças armadas britânicas são pagãos

Cerca de 100 membros das forças armadas britânicas são pagãos, enquanto outros 30 são bruxos, diz um relatório da mídia. Os detalhes sobre as crenças de soldados, marinheiros e aviadores foram obtidos do Ministério da Defesa com o Freedom of Information Act, relatado pelo jornal Daily Mail.

Paganismo, que se concentra na adoração da natureza e sua “vitalidade e espiritualidade ‘, encontra suas raízes nas religiões tradicionais da Grã-Bretanha antiga. Stonehenge, o antigo sítio britânico de obelisco de pedra, é o lugar favorito de peregrinação.

Seus rituais e festivais acontecem em bosques ou cavernas, em colinas ou praias, onde os membros meditam, cantam, tocam música e dançam, além de recitar poesias. Pagãos acreditam que feitiços podem ajudar as pessoas em suas vidas diárias.

A grande maioria dos militares registrou-se como sendo cristão ou de qualquer outra religião.
Um porta-voz da British Druid Network, Phil Ryder, diz que pode haver mais pagãos do que os números sugeridos. “Druidas e os seguidores da Wicca tendem a não divulgar as suas crenças por medo de discriminação. Em algumas áreas, é visto como estranho”, disse ele ao Daily Mail.

No entanto, ao abrigo da Lei da Igualdade, 2006 as forças armadas não podem discriminar por motivos de crenças pessoais.

Um comentário:

  1. Tenho muita vontade de conhecer a Inglaterra, em especial, 'Isle of Man'. Quem sabe um dia passarei as férias lá. Se alguém já visitou e quiser me contar como foi e mandar fotos e videos, ficarei feliz^^

    ResponderExcluir

Gostou? Não? Quer acrescentar algo? Comente!!!