O perigo está chegando. Você ainda pode proteger as florestas.


O clique para salvar a floresta começa a dar resultado. O deputado Aldo Rebelo, que prepara neste momento o relatório para a comissão especial que pretende devastar o Código Florestal, sentiu que os brasileiros desejam proteger as matas, não as destruir.

Desde terça-feira, 27 de abril, ele tenta justificar por que alguém que se diz comunista se bandeia para o lado dos ruralistas que querem acabar com as matas do Brasil. Quem participa da nossa ciberação, e pede que Aldo deixe nossas florestas em paz, recebe um e-mail como resposta.
Se você ainda não participou da ciberação, ainda dá tempo. Clique aqui.

Nesse e-mail, Aldo argumenta que as mudanças pensadas por ele para o Código Florestal – coincidentemente apoiadas pela bancada da motosserra, que domina a comissão especial – são baseadas em muito estudo e investigação. Para dar um ar de transparência, Aldo convida o ciberativista a visitar o site da Câmara Federal, sugerindo que lá você terá acesso ao debate sobre o Código Florestal.

Engraçado é que seu conteúdo prova que os deputados não fazem mesmo seu trabalho a sério. Se hoje você clicar em notícias, por exemplo, não verá nada. Quem navegar pelas outras páginas vai perceber que os deputados, Aldo inclusive, só ouviram e viram que era bom para eles. Por exemplo, das pessoas ouvidas em audiências públicas com registro, ou seja, que é possível saber o que foi dito (o que não se aplica a todas, aliás), 65% eram representantes do agronegócio e políticos locais. Apenas 8% representavam a agricultura familiar e 7% eram ambientalistas.

Aldo Rebelo está para apresentar seu relatório a qualquer momento. Peça a ele que não mexa no Código Florestal no fim do seu mandato. Assine a petição e peça a seus amigos fazerem o mesmo.

A hora é essa. Vamos, juntos, deixar claro que não queremos que o ronco da motosserra continue ameaçando nossas florestas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Não? Quer acrescentar algo? Comente!!!